Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \17\UTC 2010

Aquele em casa

Cheguei! Sim, já faz dias, mas ainda não tinha conseguido postar. Tenho andado muito ocupada, sabe? Desde o último post, escrito ainda na Malásia, muita coisa aconteceu.

Para começar, reencontrei minha mãezinha amada em Buenos Aires, onde ficamos cinco dias. Depois de quase um ano e meio longe, nos abraçamos, nos beijamos, andamos de mãos dadas pelas ruas da capital argentina, tiramos fotos uma da outra, contamos histórias que ainda não tinham sido contadas, dividimos opiniões, rimos das nossas tentativas de falar espanhol, enfim, aproveitamos nossa pequena viagem até não poder mais.

Eu e mamãe no Caminito, bairro da Boca

Ainda em Buenos Aires, revi uma grande amiga dos tempos de ballet. Ela hospedou minha mãe e eu durante nossa estada lá. Maria Clara continua a mesma graça de pessoa, mas agora tem metade da cabeça raspada. Continua dançando maravilhosamente bem, mas agora tem papel de primeira bailarina no Teatro Colón e é aplaudida até nos ensaios.  Continua uma palhaça, mas agora tem um palhaço como companheiro. Porém, há coisas que não mudam, claro. Ela ainda é aquela menina doce, sincera e generosa. E ainda fala com aquela vozinha besta que contamina todo mundo ao seu redor.

Do lado esquerdo, Maria Clara e Pato. Do direito, Anita e Margaret. Os quatro em uma pizzaria argentina. Aquela pizza de quatro queijos, depois da minha temporada na Ásia, onde praticamente não se encontra queijo, foi algo dos deuses

Depois da minha parada na terra dos hermanos, finalmente embarquei para o Brasil. E a chegada foi emocionante, como não podia deixar de ser. Meu pai com sua câmera a postos, minha avó com um vaso de flores nas mãos, tio Roberto, tia Cleuza, Júnior, Roberta, Neto e Camila com balões e gritos e abraços sem fim. A partir daí, fiquei ainda mais ocupada e assim posso justificar a falta de posts no blog, que, aliás, pretendo manter, só que agora com acentos, já que o teclado permite.

A galera no aeroporto. Meu pai, claro, atrás da lente

Montinhooooo. Eu tô lá, em algum lugar

No meu primeiro dia de volta ao Brasil, praticamente só dormi. No segundo, desfiz as malas e falei ao telefone com meio mundo. No terceiro, almocei e tomei chá e mais chá e mais chá com a família quase toda. No quarto, resolvi lavar umas roupinhas, o que sempre é bom né!? No quinto, torci para a seleção brasileira querida do coração. E no sexto… bom no sexto, decidi que era hora de postar.

Almoço da família em casa. Hum, aquele risoto de frutos do mar estava tudo. Inveje, Thiago

A família apreensiva durante o começo do jogo do Brasil contra a Coréia do Norte

É goooooool

E a vó também comemora!!! A Jéssica, em compensação, só comenta

Até mais, então, meu povo! ; )

Read Full Post »

Aquele da Malasia

Deixar a Tailandia depois de quase dois meses nao foi facil. Me apeguei ao povo, a cultura, ao alfabeto estranho, a comida deliciosa, as paisagens cinematograficas. Deu uma dor no coracao.

Mas, devo dizer que tive uma otima surpresa ao chegar na Malasia. So fui a tres lugares ate agora – Penang, Perhentian Islands e Cameron Highlands -, mas ja acho o pais interessantissimo. Muitos dos lugares sao multiculturais, a culinaria eh excelente, a natureza impressiona e os precos ajudam, hehe.

Apesar de estar amando, nao consigo deixar de estar numa ansiedade sem precedentes. Afinal de contas, em apenas quatro dias, comeco minha viagem de volta para casa, fazendo uma parada de alguns poucos dias em Buenos Aires. Ai, genteeeee, to chegando!!! Nao vejo a hora!!! Ate logo.

Read Full Post »